Acesse nosso site para saber das mais recentes noticias e informações da região - www.tvriachogrande.net - Para anunciar (11) 9945-4728/ (11) 7771-8810 ID: *125*109713- reinaldo@riachogrande.net

 
Desde Março de 2006 você é o visitante nº
Contador

Justiça Eleitoral diploma prefeito, vice-prefeito e vereadores
em solenidade na Câmara Municipal de São Bernardo.

 

A cerimônia de diplomação dos vereadores, prefeito e vice-prefeito eleitos para o mandato de 2013 a 2016 foi realizada nesta quarta-feira (19/12) pela Justiça Eleitoral de São Bernardo do Campo na Câmara Municipal. Este foi o primeiro evento oficial realizado no Plenário Tereza Delta, inaugurado na semana passada.

Durante o evento, os eleitos receberam um título das mãos da juíza eleitoral Ana Lúcia Siqueira de Figueredo, reconhecendo a validade da eleição. Em sua explanação, a magistrada afirmou que o documento significa a conquista de todos e marca a conclusão de um árduo processo.

Os vereadores foram chamados um a um, de acordo com a coligação de partidos e número de votos. Na sequência, o vice-prefeito Frank Aguiar e o prefeito Luiz Marinho também receberam seus certificados e encerraram a diplomação.

Tião Mateus (PT), o parlamentar mais votado da cidade, falou em nome dos 28 vereadores eleitos. Ele agradeceu à população pelo voto de confiança e afirmou que todos os vereadores da Casa de Leis farão tudo para honrar o povo que os colocou como representantes. “Vamos lutar para que o Legislativo seja um poder independente e possa avaliar cada projeto com imparcialidade, analisando a necessidade de São Bernardo.”

O prefeito Luiz Marinho (PT) também fez sua saudação e disse que durante a solenidade o sentimento é de responsabilidade. “Agradeço pela oportunidade de liderar mais uma vez essa cidade. Agradeço ao povo, que há quatro anos nos escolheu para começar uma história diferente, e, agora, vamos continuar trabalhando nessa cidade com a mesma determinação.”

Após a diplomação, no saguão de entrada do novo Palácio João Ramalho, a sede do Legislativo, foi feito o descerramento de uma placa que marca a data da primeira cerimônia realizada no Plenário Tereza Delta. Na placa está escrito o nome de todos os vereadores que foram diplomados para a 16ª Legislatura.

O atual presidente da Câmara, Hiroyuki Minami (PSDB), saudou todos os presentes e afirmou que o povo de São Bernardo vive um momento histórico com a realização da primeira cerimônia no Plenário Tereza Delta, após sua inauguração. “Esse prédio nasceu com o objetivo de proporcionar aos vereadores, aos funcionários e à população um lugar digno da cidade de São Bernardo”.

Os vereadores eleitos para a Legislatura que terá início em 1º de janeiro de 2013 são: Tião Mateus, José Cloves, Paulo Dias, Ferrarezi, Toninho da Lanchonete, Zé Ferreira, Marcos Lula e Luizinho, pelo PT; Marcelo Lima, Estevão Camolesi, Pery Cartola, Dr. Manuel, Julinho Fuzari e Osvaldo Camargo, pelo PPS; Hiroyuki Minami e Juarez Tudo Azul, pelo PSDB; Rafael Demarchi e Dr. Fábio Landi, pelo PSD; Dr. Gilberto França, pelo PMDB; Cabrera, pelo PSB; Bispo João Batista, pelo PTB; Tavares e Martins Martins do PC do B; Reginaldo Burguês e Mauro Miaguti, pelo DEM; Ramon Ramos, pelo PDT;  Índio, pelo PR e Palhinha, pelo PT do B.

A cerimônia de posse acontece em 1º de janeiro, às 10h, no Cenforpe, que fica na Avenida Dom Jaime de Barros Câmara, 201, bairro Planalto. A eleição da Mesa Diretora e escolha das comissões da Câmara Municipal de São Bernardo do Campo serão realizadas no Palácio João Ramalho, no Paço Municipal, às 14h.

 
 



 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Todos os direitos autorais ,textos, imagens , obras ou criações de qualquer natureza disponibilizadas neste site, pertencem à www.riachogrande.net ou a terceiros que autorizaram o uso de sua propriedade intelectual e de imagens.
Sendo assim, é terminantemente vedada a distribuição, representação, publicação, uso comercial e/ou utilização de tais materiais, no todo ou em parte, sem a citação da fonte utilizada.
A violação destes direitos é crime, e seu infrator está sujeito às penalidades legais previstas nas Leis 9.610/98 e 9.279/96 e no art. 184 do Código Penal Brasileiro, bem como ao pagamento de indenização pelos prejuízos causados.