Acesse nosso site para saber das mais recentes noticias e informações da região - www.tvriachogrande.net - Para anunciar (11) 9945-4728/ (11) 7771-8810 ID: *125*109713- reinaldo@riachogrande.net

 
Desde Março de 2006 você é o visitante nº
Contador

Prefeitura de São Bernardo implanta medidas para organizar e melhorar a travessia da balsa.

 

Moradores reclamam dos fura-filas que não respeitam quem está esperando

A partir de terça-feira (30), a Prefeitura de São Bernardo do Campo, numa ação conjunta entre as secretarias de Transportes e Vias Públicas e Segurança Urbana, coloca em prática medidas para amenizar os transtornos causados pela demora na travessia da Balsa João Basso, no Riacho Grande.

As mudanças consistem, basicamente, na fiscalização por parte da Guarda Civil Municipal e de agentes de trânsito, que vão organizar a fila e estabelecer as prioridades de quem pode passar na frente. A intenção é agilizar a travessia e coibir abusos de motoristas que costumam 'furar a fila' sem motivos que justifiquem o ato. A fiscalização acontecerá nos horários de maior fluxo de carros, das 6h às 9h e das 16 às 22h, de segunda a quinta-feira, e nos finais de semana, das 6h às 22h.

As prioridades foram estabelecidas pela Prefeitura e por uma comissão de moradores da região do pós-balsa. A partir de terça-feira, tem prioridade na passagem de uma margem para outra os seguintes veículos: polícia civil e militar, bombeiros, ambulâncias, brigada, médicos das UBSs transportados em carros identificados, peruas escolares e coleta de lixo. Os idosos e deficientes serão intercalados entre uma viagem e outra. As emergências pontuais serão analisadas na hora pela Guarda Civil Municipal e agentes de trânsito.

Os moradores do pós-balsa aprovam as medidas, que vigorarão por tempo indeterminado. "Estou confiante que vai melhorar. A Prefeitura discutiu as medidas conosco", disse a dona de casa Angela Maria de Almeida, que mora no Bairro Tatetos. O morador do Bairro Capivari Claudemiro Aparecido das Dores também está otomista. Para ele, a medida vai resolver 80% dos problemas. "Precisamos de fiscalização para impedir os 'abusadinhos' que gostam de passar na frente dos outros", desabafou.

A Secretaria de Transporte e Vias Públicas anunciou também que vai tirar o ponto final dos ônibus, localizado à beira da travessia. A parada ficará um pouco mais para cima e, com isso, irá desafogar a entrada de veículos na balsa. A Empresa Metropolitana de Águas e Energia (EMAE), administradora da balsa, será notificada das medidas tomadas pela Prefeitura.

 
 
 
 



 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Todos os direitos autorais ,textos, imagens , obras ou criações de qualquer natureza disponibilizadas neste site, pertencem à www.riachogrande.net ou a terceiros que autorizaram o uso de sua propriedade intelectual e de imagens.
Sendo assim, é terminantemente vedada a distribuição, representação, publicação, uso comercial e/ou utilização de tais materiais, no todo ou em parte, sem a citação da fonte utilizada.
A violação destes direitos é crime, e seu infrator está sujeito às penalidades legais previstas nas Leis 9.610/98 e 9.279/96 e no art. 184 do Código Penal Brasileiro, bem como ao pagamento de indenização pelos prejuízos causados.