Acesse nosso site para saber das mais recentes noticias e informações da região - www.tvriachogrande.net - Para anunciar (11) 9945-4728/ (11) 7771-8810 ID: *125*109713- reinaldo@riachogrande.net

 
Desde Março de 2006 você é o visitante nº
Contador

Saúde, direito do consumidor Benefícios da terapia.

 

A ausência de doenças ou enfermidades tem mínima importância frente ao conceito de saúde. Engana-se aquele que acredita que estas características são suficientes para um bom desenvolvimento das atividades rotineiras. Isso só será assegurado quando o indivíduo possuir além de um bem-estar físico, equilíbrio mental - fator que muitas vezes é ignorado pelas pessoas, pelos mais variados motivos.

O alto custo que os exames e tratamentos psicológicos apresentam é uma das principais causas da recusa de grande parte da população em buscar auxilio nesta área. Os fatores sociais impostos aos indivíduos são determinantes quando se discute bem estar mental. Ou seja, condições precárias de moradias, convivência em espaços desordenados e inóspitos, má alimentação, entre outros aspectos, geram dificuldades que vão além dos stress e que podem facilmente destruir o psicológico do indivíduo - algo muito mais difícil e penoso de tratar.

Deparamo-nos freqüentemente com pessoas carentes de um atendimento médico especializado que os ajude a combater os problemas que essa realidade social lhes acarretou. Os dias atuais não mais devem remeter ideias passadas, nas quais quem procurava por esses profissionais era automaticamente rotulado como louco.

A contradição está em pensar que consultas de análise psicológica, utilizadas em grande parte por aqueles que possuem melhores condições financeiras, não estão associadas também à mesma causa e efeito. A loucura, assim intitulada pela sociedade, nada mais é que conseqüência da ausência desse tratamento primordial; alguém com alto número de problemas proporcionados pelas desavenças rotineiras que não teve acesso a esse tratamento, gerando um acúmulo dessas pertubações, cada vez maior. O indivíduo pode entrar em conflito consigo próprio quando aos poucos seu equilíbrio interior é quebrado.

É fundamental que os cidadãos percebam a importância do bem estar mental. Ter capacidade de lidar com as fortes emoções tanto do meio externo, quanto as que possivelmente surgirão no ambiente familiar, para que todas as ações sejam conduzidas de modo harmonioso e até prazeroso.

Frente a tudo isso é essencial ressaltar um favorável benefício proporcionado pelos planos de saúde, desconhecido pela maior parte da população. A Agência Nacional de Saúde Suplementar estabelece no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, processos cuja disponibilidade ao consumidor é obrigatória. Dentre eles estão: sessões de psicoterapia, de psicólogos e terapias ocupacionais. Essa regulamentação facilita a alguns a adesão de um tratamento que antes não era possível, quando considerada as dificuldades financeiras.

Ao obter o plano, os exames tornam-se gratuitos, caso o profissional esteja inserido no mesmo. São disponibilizadas aos beneficiários 40 sessões por ano com psicólogos e terapeutas ocupacionais e 12 sessões de psicoterapia. Contudo essa restrição pode ser interrompida quando há uma prescrição médica ou urgência.

Deve ser requisitada sempre uma melhoria na área da saúde. A informação quanto aos direitos por nós adquiridos em relação a esse setor deve se tornar conhecimento de todos. É inadmissível, por exemplo, se acomodar frente a um problema grave como esse a ponto de permitir que ele interfira com enorme força no nosso cotidiano. A constante visão pessimista da vida assim como o agravamento de índices de depressão exemplifica a passividade dos indivíduos quanto ao combate desse e de diversos outros males.

A busca de ajuda está disponível a muitos. Basta querer.

 
 
 
 
 



 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Todos os direitos autorais ,textos, imagens , obras ou criações de qualquer natureza disponibilizadas neste site, pertencem à www.riachogrande.net ou a terceiros que autorizaram o uso de sua propriedade intelectual e de imagens.
Sendo assim, é terminantemente vedada a distribuição, representação, publicação, uso comercial e/ou utilização de tais materiais, no todo ou em parte, sem a citação da fonte utilizada.
A violação destes direitos é crime, e seu infrator está sujeito às penalidades legais previstas nas Leis 9.610/98 e 9.279/96 e no art. 184 do Código Penal Brasileiro, bem como ao pagamento de indenização pelos prejuízos causados.